Mais uma descrição


Como conquistar-me ? Algo que nem mesmo eu consigo explicar, não sou pessoa fácil de  se entender, sou por vezes doce feito mel, em outras amarga feito fel, bicho difícil de se descrever.

Muitos dizem: tens rosto de princesa, outros que aparento um egoísmo terrível, e eu mesma como já disse não posso dizer qual a descrição correta, sou delicada feito a flor e forte feito o vento, posso ser calma como um rio em suas andanças ou sagaz como uma tempestade.

Posso ser egoísta- não egoísta de negar algo – até mesmo um tanto incoveniente, pois o que amo guardo a dez chaves, pois sete me seriam poucas, por outro lado gosto de ser livre, aquele que me ama tem que me deixar escolher se fico ou se sumo, se amo ou desamo de uma vez.

Não sou escondedora de sentimentos, pois minha alma se mostra clara feito água cristalina e jorra feito cachoeira explendorosa por meus olhos, esses mesmo olhos se tornam brilhantes como estrelas quando avisto o que tanto me vale.

Gosto de ser o centro das atenções alheias, de dispertar sorrisos e jogar longas horas de diálogo desafiador pelos ventos dos meus pensamentos, mas também sou apreciadora das solidões estendidas, dos pensamentos inquietos, das idéias subitas e dos futuros imaginados.

Sou mistura de tudo, de criações diferentes e de pessoas iguais. Sou borboleta que voa graciosa, mas com alma de leoa que caça, batalha e protege a todo custo.

Sou fácil e difícil de conquistar, há aqueles que me conquistam só de olhar, só de sorrir, e também aqueles que de tanto tentar nunca irão de mim conquistar a amizade.

Sou garota de muitas paixões e mulher de poucos amores, não me envergonho de chorar por coisas do coração, mas escondo de todos minhas lágrimas de dores desmedidas, de traições mal resolvidas.

Dos meus sonhos espero muito, das pessoas espero pouco agora, digo agora porque já esperei muito e de tanto confiar acabei me machucando além da conta. Pois agora dos sonhos espero tudo, porque neles não há erro, se não se derem em cem por cento pelo menos em parte se darão, sem melancolia, sem temor, só dependendo de meu esforço próprio.

A vida intensamente vou vivendo, vou passando pelos bens e pelos males, pelas angústias e euforias, cada dia uma nova surpresa, um novo eu que nasce, me dando a chance de mudar tudo ou nada. Sou assim pessoa distinta que vive e revive e jamais desiste de ser ela mesma, complicada e fácil.

Anúncios
Essa publicação foi escrita por jessyguson e publicada em 14 de junho de 2011 às 11:27. Está arquivada em Textos, Um pouco de mim e marcada , , , , . Guarde o link permanente. Seguir quaisquer comentários aqui com o feed RSS para este post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: