10 anos do 11 de Setembro


Dor, medo, uma sensação de impotência diante das circunstâncias, foi isso que as pessoas que sofreram à 10 anos atrás sentiram, um fato que ninguém conseguia compreender, milhares de vidas inocentes desabaram junto com as torres gêmeas.

Correria, desespero, o que dizer, o que fazer, as pessoas presentes lutavam para se manterem vivas, as que tinham familiares nos edifícios entravam em desepero, os jornalistas de todo o mundo não tinham nem palavras, o mundo estava perplexo.

As imagens eram desesperadoras, os segundos decisivos para se ganhar ou perder vidas, os escombros os maiores obstáculos entre os heróis e as pessoas a serem socorridas, não havia como não se importar, não se solidarizar, eram pessoas misturadas a ferragens, eram vidas enterradas por cimento.

Ao amanhecer era um 11 de Setembro qualquer, um dia como todos os outros, pessoas indo trabalhar, seguindo suas vidas. Naquele mesmo dia ao anoitecer, o mundo teve certeza de que aquela data nunca mais seria qualquer uma, ela teria um fardo eterno de dor e incorformismo, era um dia de lágrimas, pessoas sendo retiradas do meio de ferragens, lutando para sobreviver.

Jéssy Guson

Anúncios
Essa publicação foi escrita por jessyguson e publicada em 12 de setembro de 2011 às 13:29. Está arquivada em Textos, Viagens e marcada , , , . Guarde o link permanente. Seguir quaisquer comentários aqui com o feed RSS para este post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: