Onde fica o amor?


Onde fica o amor?

Por esses dias estive lendo um monte de livros e de reportagens que tentavam explicar como uma mulher deve tratar um homem e vice-versa, e o que me deixou mais triste foi o fato de que no fundo nenhuma falava nada sobre romantismo ou amor em sí, era mais como um joguinho de horrores onde quem ganha é aquele que não se importa em denegrir o outro, e o amor? Esse ai acho que foi esquecido na gaveta.

E nas reportagens masculinas falava-se da mulher como um objeto, ou sei la um brinquedinho de controle remoto que deve ser programado para ir a onde o homem quiser, e para isso é necessário trata-la feito boneca velha, ignorada e esquecida pra que a mesma tome vida e corra atrás do seu soldadinho de chumbo perdido e lhe faça todas as vontades.

E nos livros feministas uma lista completa de como tratar um homem feito cachorrinho, pisando até que se consiga aquilo que “todas” as mulheres querem, um homem que concorde com ela em tudo, que corra atrás dela independente das besteiras que ela disser, e para isso sempre são descritas as façanhas para se manipular seu “animalzinho de estimação”.

            O absurdo de tudo isso é que as pessoas estão tentando conseguir o amor da única maneira que não é possivel consegui-lo, através de um fórmula que tira dele sua essência. Carinho, dedicação, cumplicidade e respeito que são as bases de qualquer relacionamento, são substituidos, por poder, manipulação, jogos sentimentais e falsas promessas, transformando corações em mercadorias baratas.

Poderiamos voltar aos tempos em que conquistar era por amor e não por diversão, tempos em que um homem cortejava um mulher para conquistar seu sorriso e não seu corpo, ópoca boa em que palavras eram como voto de honra. Quando alguém pronunciava a frase EU TE AMO era porque realmente amava e não para fazer bonito diante de olhos que depois derramariam lágrimas com um EU NUNCA TE AMEI.

E no fim das contas perde-se aquilo que é o mais bonito, as juras de amor, os bilhetes, as ligações de magrugada, os Eu te amo de surpresa, os olhares apaixonados, as mãos dadas, e abraços apertados, e temos uma geração de pessoas que sonha com o amor, mas tem medo de por em prática, que manipula os sentimentos alheios e tem medo de assumir os seus, que planeja cada passo da vida e esquece de vivê-la. Jéssy Guson

Anúncios
Essa publicação foi escrita por jessyguson e publicada em 30 de setembro de 2011 às 17:19. Está arquivada em Textos e marcada , , , , , , . Guarde o link permanente. Seguir quaisquer comentários aqui com o feed RSS para este post.

Uma opinião sobre “Onde fica o amor?

  1. Nossa, meu Deus cara, to amando seu blog ♥.♥

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: